Foto 1 - Soro Fisiologico 0,9% Bico Dosador C/500ml

Soro Fisiologico 0,9% Bico Dosador C/500ml

De: R$5,90
Por:
R$ 3 ,99
Cód.: 172

Carregando...
Compartilhe

O QUE É O SORO FISIOLÓGICO?

O soro fisiológico que também é conhecido como solução salina ou soro salino, é, na verdade, uma solução de água e sal e a sua utilidade na medicina é praticamente indiscutível.

PARA QUE SERVE O SORO FISIOLÓGICO?

A concentração da solução é de 0,9%, o que faz com que ela tenha a mesma concentração de dissolução que o sangue humano.

Ao igualar as concentrações, pode-se dizer que é uma preparação isotônica. Isso significa que o sangue e a solução salina têm a mesma concentração. Devido a essa característica, o soro pode ser usado com segurança no corpo humano.

O soro fisiológico pode ser usado ​​externamente no corpo, mas também internamente, ao ser injetado no sistema circulatório.

QUAIS OS BENEFÍCIOS DO SORO FISIOLÓGICO?

O Soro Fisiológico pode ser usado para limpeza de óculos e lentes de contato, limpeza de feridas, uso nasal, hidratação e até mesmo nebulização.

O soro pode ser usado para lavagem ocular e de lentes de contato, mas para esse tipo de limpeza, sugere-se que o líquido seja estéril, para que não ocorra lesões ou contaminação bacteriana nos olhos.

Juntamente com outras preparações antissépticas, ajudando a prevenir infecções, o soro fisiológico é um dos líquidos amplamente utilizados para limpar feridas.

Ideal para desentupir o nariz ou trato respiratório superior, o soro pode ser usado através de seringas ou inaladores. A água salina elimina secreções por meio da gravidade. Também é indicado para pacientes que sofrem de rinite e congestão nasal devido a alergias. Não só as secreções são retiradas, mas também as substâncias alergênicas. Finalmente, após a cirurgia nasal, o médico recomenda o uso do soro como parte da antissepsia que deve ser feita.

Devido à perda de líquidos, quando o corpo humano está desidratado ou hipotenso, a solução salina é um bom substituto inicial para o que foi perdido. Em geral, nesses casos, é administrado por via intravenosa com uma velocidade elevada de reposição. Ele é útil em casos de gastroenterite intensa, hemorragias profusas e queimaduras extensas.

Para criar um ambiente úmido que entre nas vias aéreas, a preparação pode ser usada em dispositivos nebulizadores. O soro também pode beneficiar no tratamento de gripe, sinusite e bronquite.

QUAIS AS CONTRAINDICAÇÕES DO SORO FISIOLÓGICO?

O soro fisiológico não deve ser usado em pessoas com hipersensibilidade ao cloreto de sódio ou qualquer outro componente do produto. Além disso, o soro fisiológico não deve ser utilizado de forma intravenosa em pacientes com hipernatremia, insuficiência cardíaca descompensada, insuficiência renal ou inchaço generalizado.

QUAIS OS EFEITOS COLATERAIS DO SORO FISIOLÓGICO?

O soro fisiológico é geralmente bem tolerado e raramente causa efeitos colaterais. Além disso, as reações adversas dependem da via de administração, sendo que, os principais efeitos colaterais incluem edema, eritema, infecção e abscesso no local de injeção, tromboflebite, desequilíbrios eletrolíticos, mielinólise pôntica, hipercloremia e hipernatremia.